Corpo de taxista de Jaraguá do Sul é encontrado após seis dias de buscas

28/11/2017

O taxista Allan Tietz, de apenas 24 anos, de Jaraguá do Sul, foi encontrado morto na madrugada desta terça-feira (28), na região Norte de Santa Catarina. A Polícia Civil informou que o corpo estava na estrada Palmital, no rio São João, em Garuva. O jovem estava desaparecido desde a última quarta-feira, 22 de novembro, quando realizou uma corrida para dois jovens até Curitiba, no Paraná.

Na sexta-feira (24), a Polícia Civil identificou os dois suspeitos, de 18 e 20 anos, e solicitou a prisão preventiva dos rapazes. O caso é investigado como latrocínio - roubo seguido de morte.

No dia do desaparecimento, Allan saiu de casa por volta das 17 horas para levar a dupla até a capital paranaense. Os dois contrataram o transporte dizendo que precisavam ir ao velório de um familiar. Comovido, o taxista fez um preço abaixo do normal já que os jovens estavam com pouco dinheiro. Como o filho não retornou para casa, o pai, Nelson Tietz, acionou a Polícia Civil que iniciou as buscas.

O carro de Allan foi encontrado, por volta das 9 horas desta quinta-feira (23), próximo a rodoviária de Curitiba, sem as rodas, sem o aparelho de som e com manchas de sangue no banco do motorista, do passageiro, no freio de mão e na porta do lado do condutor. O pai informou que testemunhas contaram à polícia que o veículo foi abandonado no local por dois rapazes.