Dois homens morrem após serem atingidos por tiros em ponto de ônibus na SC-401, em Florianópolis

08/12/2017

Foto: Divulgação / Redes Sociais

Dois homens foram mortos na noite desta quinta-feira (7) no ponto de ônibus, que fica em frente de um shopping no bairro Saco Grande, em Florianópolis. O crime ocorreu por volta das 22h na marginal da rodovia SC-401. As vítimas eram moradores da comunidade do Papaquara, no bairro Vargem Grande, no Norte da Ilha. A polícia investiga se os homicídios possam ter como motivação o conflito entre facções na região.

Conforme a Central de Polícia, pessoas que estavam próximo ao local relatam que um carro passou na rodovia e quem estava dentro atirou contra as duas vítimas. Um dos homens morreu na hora. O outro, conforme a PM, ainda estava vivo quando os agentes chegaram, mas não resistiu aos ferimentos. O número de mortes violentas na Capital já soma, agora, 161.

De acordo com o comando do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar), os agentes do Copom (Centro de Operações da Polícia Militar) receberam a informação de que os autores fugiram em um carro de cor prata em direção ao norte da Ilha.

As vítimas já foram identificadas. Luís Felipe de Jesus Santana, 21, e tem passagens por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, desobediência, falsa identidade, com mandado de prisão ativo. A outra é o carpinteiro Vanderlei Junior Aires da Rocha, 22, do Rio Grande do Sul, sem passagens policiais.

A PM (Polícia Militar) isolou o ponto de ônibus após o crime e acionou a perícia do IGP (Instituto Geral de Perícia) e o IML (Instituo Médico Legal). Pelo menos, 14 cápsulas de balas ficaram espalhadas pelo chão. A polícia não informou se outras pessoas estavam no local e se há outros feridos. A polícia fez buscas para encontrar os suspeitos na região, mas ninguém foi preso até a manhã desta sexta-feira (8).


Vídeo: Reprodução Redes Sociais / WhatsApp