Secretaria de Turismo pretende instalar roda gigante na cabeceira da Ponte Hercílio Luz

15/12/2017

Foto: Julio Cavalheiro / Agencia RBS

O secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Leonel Pavan, tem uma nova ideia em mente: colocar uma roda gigante na cabeceira insular da Ponte Hercílio Luz. A instalação seria uma forma de dar ainda mais destaque ao principal cartão-postal da Ilha depois que ela for reaberta ao tráfego de veículos, o que está programado para ocorrer em dezembro de 2018. A proposta também foi citada pelo governador Raimundo Colombo (PSD) em coletiva de imprensa na manhã desta quinta-feira.

Pavan conta que já está atrás de parceiros na iniciativa privada para a empreitada e que avisou o prefeito Gean Loureiro (PMDB) da intenção. A roda gigante seria instalada no Parque da Luz, que é municipal, e teria uma vista privilegiada, em especial na direção da Baía Sul. O secretário conta que o local é ideal para receber a nova atração, inspirada na "London Eye" britânica.

- Eu estive no local e dimensionei. Liguei para o prefeito duas vezes e ele ficou entusiasmadíssimo. Ficamos de continuar a conversa.

Para que a roda gigante saia do papel, serão necessárias licenças. Uma delas é a do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), por ficar nas proximidades da ponte, considerada um patrimônio histórico tombado.

Michel Mittmann, da Diretoria Metropolitana do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (Ipuf), diz que foram informados do interesse de instalação, mas que é necessário analisar a situação.

- Há uma intenção clara e objetiva, mas precisamos fazer uma análise técnica aprofundada para ver a viabilidade da instalação. Precisamos saber o tamanho, peso e todos os detalhes da roda gigante.

Ele afirma que devem fazer esse estudo em conjunto com a secretaria de Estado de Turismo. O prefeito Gean Loureiro, por sua vez, disse que é a favor de investimentos em Florianópolis, mas precisa de um parecer técnico do Ipuf para entender a viabilidade do projeto.

O arquiteto Michel Mittmann debaterá com os futuros investidores mais detalhes técnicos, tais como impacto paisagístico e cultural da estrutura naquela parte da cidade.